Dia Nacional do Livro Infantil

Dia 18 de abril é o dia Nacional do Livro Infantil. Essa data foi esc olhida para celebrar o nascimento do pai da moderna Literatura Infantil brasileira. Sim, ele mesmo, José Bento Monteiro Lobato, o mesmo que disse que um país se faz com homens e livros.  Tal como Hans Christian Andersen, foi pioneiro ao fazer literatura diretamente para crianças. Aqui no Brasil, o que havia eram adaptações e traduções dos grandes clássicos infantis europeus. Lobato foi responsável por traduções importantes, como os Contos de Grimm. Mas foi além em suas criações e trouxe para a literatura infantojuvenil  as histórias e  lendas do folclore nacional, os contos de fadas, as fábulas, a mitologia grega, e a literatura universal.  A intertextualidade está presente na literatura lobatiana antes mesmo deste termo existir. Personagens mitológicos, dos contos de fadas e do folclore visitam o Sítio do Picapau Amarelo e a turma do Sítio também viaja no tempo e na história para encontrar grandes personagens. Monteiro Lobato aproximou as crianças dos clássicos da literatura. Ana Maria Machado diz que poucos países tiveram o privilégio de ter um autor como Lobato a fazer adaptações de clássicos para crianças. Dom Quixote, Minotauro, Peter Pan, Alice, Branca de Neve, estão todos lá no mundo maravilhoso de Monteiro Lobato.

Muitos de nós conheceram as peripécias da turma do Sítio do Picapau Amarelo pela série que a TV Globo apresentou entre 1977 e 1986.  Fez parte da infância de muitos chegar em casa da escola e assistir as aventuras da turma do Sítio. A primeira adaptação para a TV, em 1952, foi feita por Tatiana Belinki, outra grande escritora da literatura infantil. Tanto a primeira, quanto a segunda adaptação para a TV ficaram mais de 10 anos no ar. Outras adaptações vieram depois mas a de 1977 é considerada um clássico.

Lobato morreu em 1948, aos 66 anos e deixou um legado enorme para as crianças com personagens inesquecíveis e presentes no imaginário dos brasileiros. Quem não gostaria de conhecer a Dona Benta, ser amigo da Narizinho e do Pedrinho, comer os bolinhos de chuva de Tia Nastácia, aprender muitas coisas com o sabido Visconde de Sabugosa? Quem não gostaria de ser a Emília? Quem não gostaria de conhecer o Sítio do Picapau Amarelo e o Reino das Águas Claras? Quem nunca teve medo da Cuca ou riu das peraltices do Saci?

Quem teve a sorte de ter esses personagens presentes na infância, sabe da importância da Literatura Infantojuvenil e  da luta que devemos travar para que cada brasileirinho possa ter a chance de sonhar com o mundo maravilhoso de Monteiro Lobato e de todos os grandes autores e ilustradores brasileiros: Ruth Rocha, Ana Maria Machado, Tatiana Belinky, Sylvia Orthof, Lygia Bojunga, Ziraldo, Clarice Lispector, Roger Mello, Mariana Massarani, Angela Lago,  Odilon Moraes, Fernando Vilela, entre tantos outros que nos fazem a sonhar.

Que todo dia seja dia do Livro Infantil!

IMG_3628

IMG_3632

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s