Grandes mulheres que mudaram o mundo!

Mulheres Fantásticas!

Dois livros sobre mulheres pioneiras que ajudaram a construir um mundo melhor me chamaram a atenção: “Grandes mulheres que mudaram o mundo”  e “Plantando as árvores no Quênia: a história de Wangari Maathai”. São dois ótimos livros para apresentar às meninas e aos meninos conquistas de mulheres fantásticas! Aliás, Wangari Maathai poderia estar no livro das grandes mulheres! Sua história é muito bonita e inspiradora! Neste post vamos falar sobre “Grandes Mulheres” e no próximo nos encontramos com a Wangari.

mulheresque1l

Kate Pankhurst, autora e ilustradora do livro “Grandes Mulheres que mudaram o mundo“,  é descendente de Emmeline Pankhurst, uma das fundadoras do movimento sufragista na Inglaterra em 1889! O direito das mulheres ao voto na Inglaterra só foi conquistado em 1928!  Kate, autora e ilustradora, fez uma seleção muito bacana e inclui, claro, Emmeline! Temos ainda nossa Chiquinha Gonzaga junto a Frida Khalo, Marie Curie,  Jane Austen, Annie Frank entre outras menos conhecidas como Sacagawea.  Há ainda Rosa Parks e Mary Seacole personagens que as meninas negras vão se identificar (não custa lembrar que representatividade importa muito!). O livro mostra como todas essas mulheres incríveis seguiram seus ideais e estiveram a frente de seu tempo. Seja cruzando os céus, atravessando o canal da mancha, revolucionando a ciência ou se posicionando firmemente, essas mulheres fizeram história e mudaram o mundo.

mulheresque3

Oh abre alas que eu quero passar

O livro já ganhou meu coração quando vi Chiquinha Gonzaga! A ilustração ficou uma graça! Há muitos anos atrás a história da compositora foi interpretada por Gabriela e Regina Duarte e acabei por internalizar a imagem dela branca, não me lembrava que na verdade Chiquinha tinha origem negra! Quando vi a ilustração de Kate Pankhurst é que me dei conta e fui pesquisar! Sua música tem, claro, influência de sua origem africana! Chiquinha Gonzaga foi uma grande compositora, pianista e maestrina . Foi ainda a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil e é a autora da primeira marchinha de carnaval que cantamos até hoje “O abre alas”,  composta em 1899. Chiquinha Lutou contra a escravidão e foi uma mulher independente, dona de seu destino e de sua vida. No livro a autora diz: “com suas atitudes, ela ajudou a mostrar que as mulheres devem ser livres para fazer suas próprias escolhas e seguir seus talentos”. Viva Chiquinha Gonzaga!

mulhesque9l

Outra história inspiradora é a de Mary Seacole. Uma determinada enfermeira filha de um escocês e uma jamaicana que fundou um hospital para cuidar dos soldados na Guerra da Criméia (1853-56). A  Sra Seacole saiu da Jamaica para a Inglaterra para se oferecer como voluntária em um grupo enfermeiras que ajudariam soldados feridos e que acompanhariam Florence Nightingale. Mary, mesmo com as cartas de referências, não foi aceita. Mas ela não se deixou abalar e foi assim mesmo para a Criméia e lá teve papel importantíssimo. A Sra Seacole construiu o Hotel Britânico, que na verdade, como informa o livro, era um hospital e lá cuidou de muitos soldados feridos pela guerra e para ela não importava se eram russos ou britânicos, se estava ferido, ela cuidava. Quando a Guerra acabou, a Sra Seacole voltou para a Inglaterra sem dinheiro algum. Ela gastou tudo ajudando os soldados. Muitas pessoas que ela cuidou ou que ficaram sabendo da sua importância na guerra decidiram ajudá-la. Diferente de sua contemporânea, a enfermeira Florence Nightingale, que ficou famosa por sua contribuição nos cuidados aos soldados na Guerra da Criméia, Mary Jane Seacole só  teve a história resgatada em 1973, quando uma enfermeira britânica encontrou, por acaso, a autobiografia “As Maravilhosas Aventuras da Sra Seacole em Muitas Terras” que havia sido publicada em 1857!

mulheresque8

Mary Anning, uma paleontologista do final do século XIX,  também ajudou a mudar o mundo! Suas descobertas ajudaram a ciência a compreender a vida pré-histórica e entender a história da Terra! Mary nasceu na Inglaterra e sua família vivia da venda de fósseis encontrados na praia. Ela era muito boa em encontrar fósseis e fez grandes descobertas para a ciência! Quando tinha apenas 12 anos fez sua primeira grande descoberta, um ictiossauro (um espécie de réptil marinho). Por ser mulher e de origem pobre nunca pode participar da comunidade científica britânica! Os cientistas e geólogos da época a procuravam para saber mais sobre suas descobertas mas nem sempre davam os créditos a Mary Anning. Hoje algumas de suas descobertas estão no Museu de História Natural de Londres e Mary Anning é considerada uma das dez britânicas mais importantes para a história da ciência!

mulheresque7l

Fiquei tão empolgada com o livro que saí pesquisando sobre essas mulheres fantásticas e fiquei com vontade de compartilhar aqui. Mas não contei tudo não, eu juro rsrs!

Livro: “Grandes mulheres que mudaram o mundo”.

Autora: Kate Pankhusrt

Editora: V&R Editoras

Fotos para o blog: Ticiana ( minha irmã 😉 )

 

2 comentários sobre “Grandes mulheres que mudaram o mundo!

  1. marlitera2015 setembro 19, 2018 / 12:46 pm

    Bel, muito bacana! Bom conhecer um pouco dessas mulheres fantásticas por você. Bjs, Marta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s